Alive 2014

23:05


Este ano o festival Alive passou de Optimus Alive para NOS Alive. Para muitos pode ser mesmo esta situação que marcou a edição deste ano ou para outros o facto de o primeiro dia ter esgotado. Posso dizer que fui se calhar uma sortuda pois comprei o bilhete ainda umas semanas antes de esgotar e não precisei de pagar 200 euros como vi muita gente a fazer só para ver os Macacos do Árctico.

Fui apenas no dia 10 porque fui apenas para ver uma banda, Imagine Dragons (vá e The Lumineers), e valeu cada cêntimo que paguei! Adorei, adorei!!!

A minha primeira aventura pelo Alive começou logo pela hora de almoço e pelas 15h já estava à entrada do recinto, quem foi por estas horas de certeza que pensou o mesmo que eu: Onde é que raio há sombra??? 
Pois é não havia! Não faço ideia de quantos graus estavam mas estar ao sol ou estar no rio era o mesmo porque só sentíamos a pele molhada do suor (não, não é aquele que cheira mal) e o melhor de tudo? Meia hora depois do recinto ter aberto as portas os chapéus que estavam a dar já tinham acabado, se tivessem, sorte a vossa senão azareco que tinham de torrar ali ao sol! 

Devem ter ganho uma fortuna só a vender água porque ela até parecia evaporar dentro das garrafas e mal acabávamos uma já queríamos outra.

Conseguimos ficar perto do palco e para nossa sorte não tivemos que esperar muito depois de Ben Howard entrar no palco para a sombra do palco principal nos apanhar. Sem o sol a chatear podemos então desfrutar de um concerto que foi muito bom, alternaram musicas calmas com mais mexidas e a voz daquele homem, meu deus!
Seguiu-se The Lumineers e apesar de conhecer algumas músicas deles nunca tinha visto nenhum concerto por isso não sabia o que esperar. De facto surpreenderam e muito em todos os aspectos e o grande momento foi quando a meio de uma música simplesmente pararam todos no palco sem se mexerem por alguns minutos! Foi demais!
Imagine Dragons, bem o que posso dizer? Foi LINDO! Sabia todas as músicas, todinhas, e para mim eles mereciam muito mais ter sido cabeça de cartaz deste festival.
Interpol e Arctic Monkeys desiludiram, Interpol sinceramente não liguei muito ao concerto mas Arctic acho que falo por muita gente quando digo que era esperado muito mais!

Algo que não conhecia mas gostei imenso foram os Parov Stelar Band que tocaram no palco Heineken e puseram toda a gente a dançar. Muito bom mesmo!


Sei que ultimamente tenho estado ausente mas entre festivais e tardes com amigos, tenho tido pouco tempo para parar a frente do computador. E agora vem ai o Super Bock Super Rock no Meco (aqui em Sesimbra, pertinho de casa) o que me vai fazer estar ausente mais uns dias. Venham também!

Catarina

You Might Also Like

0 comentários

Instagram Pessoal

Keep in touch!

Follow on Facebook